Destaques

Estudante passa em três vestibulares

Para a estudante do 2º ano de meteorologia da USP (SP), Laís Tabosa de 19 anos, foi muito gostoso estudar na Escola Albert Einsten, pois conhecia todas as pessoas, os lugares, além de receber um bom aprendizado com o método Positivo e ter profissionais qualificados para ensiná-la.

Desde o 6º ano Laís sempre gostou de coisas ligadas à natureza e durante o ensino médio ela se interessou mais pelas matérias de física e química, as quais faziam com ela pesquisasse e aprendesse mais sobre o curso que ela escolheu para a faculdade.

Para a universitária, no 3º ano do 2º grau a pessoa tem que estar bem à vontade para escolher o que irá cursar. Ela afirma que 50% do resultado se deve ao ensinamento na escola e 50% da vontade de estudar, pesquisar e planejar. “Hoje, estudando na USP é que eu consigo avaliar o quanto o método Positivo e os profissionais do Einstein foram importantes para a minha formação”, concluiu Laís.

Atualmente estuda muito e adora o curso porque se identifica muito com as áreas estudadas, além de ver muitas oportunidades de incentivo como bolsa de estudos, amizade com muita gente de fora e um futuro mestrado.

A futura meteorologista também passou no vestibular para o mesmo curso na UFGD de Dourados (MS) e na UFSC de Florianópolis (SC).

Medicina é o foco de Andrieli

Andrielly

A aluna do 3º ano da Escola Albert Einstein, Andrieli Ize da Silva, ficou em 7º lugar no vestibular da Unirondon para o curso de biomedicina e também na Bahia. Passou na Unemat para engenharia de produção de indústrias, foi classificada na UNIC para medicina e na UFMT para enfermagem.

Com 17 anos, ela já tem em mente que o curso dos seus sonhos é a medicina e pretende fazer o possível para que isso se realize. A estudante avalia que o ensino do Einsten é muito bom, pois ela veio de uma escola estadual cursar o Ensino Médio e aprendeu muita coisa voltada para o vestibular, similar a concursos e simulados. “Consegui ter uma base sobre vestibular e me interessar mais nos estudos quando foi chegando realmente a hora de prestar a prova final”, disse Andrieli.

Mais aprovados em 2014:

– Juliana Salvador da Cunha cursa Nutrição na UFMT e foi aprovada em Administração e Agronegócio na Unemat, Zootecnia na UFMT, Técnico em Edificações no IFMT e Engenharia Civil na UNIC;
– Erick Fernandes Nascimento Tavares foi aprovado para Sistema de Informação na UFMT;
– Matheus Magalhães de Souza passou para Economia e Ciências Contábeis na UFMT;
– Dina Paula Muller foi aprovada para cursar Engenharia Florestal na UFMT;
– Vanessa Alves de Souza passou para Zootecnia na UFMT;